heraldo hb

Animador Cultural, escritor e produtor audiovisual. Atua no cineclube Mate Com Angu (www.matecomangu.org), na Lira de Ouro Ponto de Cultura (www.liradeouro.com.br) e na revista Lurdinha (www.lurdinha.org). É autor de Engenharia de Aviãozinho (2009) e O Cerol Fininho da Baixada (2013). Nas horas vagas tira um som no violão ;)

Posts mais comentados

  1. Tido como desaparecido, filme Quelé do Pajeú, de Anselmo Duarte, está em torrent na rede — 3 comentários
  2. Valeu demais por tudo, mestre Nelson Pereira dos Santos — 2 comentários
  3. O PUS TEM MESMO UM ASPECTO REPUGNANTE — 2 comentários
  4. Uma Lembrança de Batistinha — 2 comentários
  5. Mestra é mestra, né pai? — 2 comentários

Publicações do autor

Entrevista no evento Escuta Festival

Entrevista no Escuta Festival. Com cobertura do Canal Plá, o evento reuniu uma centena de realizadores do audiovisual popular da metrópole do Rio de Janeiro. Muito significativo.

“A teocracia”, disse.

“Seria mais seguro fechar o terreiro. Em pouco tempo, todos os terreiros que ele conhecia no Parque Paulista tinham desaparecido. “Este daqui fechou”, disse Figueiredo, percorrendo o bairro de carro e apontando para uma casa abandonada. “Fechado, também”, falou, vendo outra. “Lá na frente havia outro terreiro, mas fechou as portas.” Olhando para o bairro, …

Continue lendo

50 anos de Heróis da Liberdade, bambas do Império Serrano driblando a ditadura

Mano Décio e Silas de Oliveira

“Até a noite do desfile de 1969, as atenções se concentraram no samba-enredo do Império Serrano. A escola propunha o tema Heróis da Liberdade e os compositores Silas de Oliveira, Mano Décio da Viola e Manuel Ferreira deram asas à imaginação. Mesclaram o clima das passeatas que sacudira o país nos últimos meses de 1968 …

Continue lendo

COVARDES EM ALTA NO PÁTIO BRASIL

Existem várias formas possíveis de resumir nossa tosca situação política atual e uma delas pode ser essa: os covardes dominaram o bagulho. Sempre estiveram por aí, obviamente, mas agora estão ouriçados cada vez mais com o deslumbrado poder de suas canetas, seus microfones e suas hordas de robôs linchadores. Em tempo, que acho que vale …

Continue lendo

mais uma volta desse sol aí na cara

heraldo hb foto de perfil

mais uma volta desse sol aí na cara dizem, levo fé. no derredor da vida nos arredores do cais nas beiras mares no travor das cicas no travar das brigas no insistimento de que vale a pena e os apesares e pesares deixemos ali espiantes na deles bulindo pelos ares que há pegada na pegada …

Continue lendo

Abertura da Exposição Margem, coletiva integrante da programação do projeto “Palavra Líquida

Exposição Margem, coletiva integrante da programação do projeto “Palavra Líquida”

Sexta-feira agora, 01/11, vai rolar a abertura da Exposição Margem, coletiva integrante da programação do projeto “Palavra Líquida”. E, olha só, estou eu ali na meiúca de uma galera da pesada. Só trabalho fera. No meu caso, apresento uma instalação ilustrada da minha série poética #tirinhos. A Margem vai rolar muitos dias, cheia de trabalhos …

Continue lendo

Valda Nogueira, João Bá, ausências :'(

Dias fora de redes sociais fico sabendo hoje da morte da fotógrafa Valda Nogueira e do mestre João Bá. Valda: talento, preta foda, síntese na vida e na obra desse Brasil incrível que vinha emergindo lindão; jovem, porra, muito nova… :'( João Bá, um Brasil escondido, um mestrão iluminado ( pelo menos esse já tinha …

Continue lendo

O PUS TEM MESMO UM ASPECTO REPUGNANTE

O tratamento midiático de dois episódios ocorridos em 2015 foram cruciais para minha triste constatação de que há algo de muito doente de verdade nas vísceras do país. Um deles foi o fechamento de uma lanchonete em Parada de Lucas, no Rio de Janeiro, por ser acusada de cometer dois crimes: vender carne de pombo …

Continue lendo

RIP Elton Medeiros, mestre compositor

Morreu Elton Medeiros, um dos grandes mestres da música brasileira, compositor desses que não nasce todo dia, craque na artesania de um tipo de linha melódica de alta complexidade por mesclar incrível e gostosamente simplicidade e sofisticação ao mesmo tempo. Tipo de melodia que nos últimos dois anos perdeu Wilson Moreira, Dona Ivone Lara e …

Continue lendo

É DISSO, CARA

Fecha os olhos, respira e visualiza uma praça e sua sinuosa órbita: a carrocinha da pipoca, as paqueras, os bancos, os sonhos, os sábados, as senhas, as árvores que resistem. Pensa numa praça de Imbariê e um bando de jovens cavucando e experimentando esse bagulho de Poesia. Sente a pulsação da parada. Sente a lava …

Continue lendo

A tal data limite chegou

Esse sábado dia 20 de julho de 2019 vem a ser o curioso dia da chamada “data limite”, expressão atribuída ao médium Chico Xavier e que vem sendo lembrada por muita gente, sobretudo nos últimos anos. Tida como uma espécie de profecia, a data limite diria respeito a uma possibilidade de uma mudança na evolução …

Continue lendo

Paulo Henrique Amorim sobre a perseguição da Rede Globo a Leonel Brizola

Na ocasião do lançamento de seu livro “O Quarto Poder”, em 2015, o jornalista Paulo Henrique Amorim, falecido recentemente, contou algumas histórias de sua convivência quando trabalhou na Rede Globo, entre elas a perseguição ao velho Leonel Brizola, oficializada a Armando Nogueira, diretor de jornalismo da empresa, diretamente pelo dono, dr. Roberto Marinho. “Ele deu …

Continue lendo

Cieps, Rio de Janeiro – um vislumbre de um futuro roubado

cieps futuro roubado educação rio de janeiro

Uma pequena pista pra começar a entender o fundo do poço do Estado do Rio de Janeiro. O ódio aos pobres por parte considerável de nossa lamentável classe média sempre esteve na raiz de várias de nossas desgraças. Os Cieps eram uma coisa insuportável pra muita gente, assim como qualquer coisa nesse sentido. – Trecho …

Continue lendo

Em homenagem aos 72 anos do Império Serrano, uma foto

Sebastião Molequinho Tia Maria império serrano

Ontem foi aniversário de 72 anos do Império Serrano e não lembro de onde eu tirei uma foto dessa foto aí; só sei que guardei pra publicar e reencontrei esses dias. E me pergunto porque não tinha ela na web, devidamente creditada… Tem aí o Sebastião Molequinho, Tia Maria e Tio Hélio, fundadores da escola. …

Continue lendo

Clipoema – Chico Chico e João Mantuano, com música de Posada e poema de Heraldo HB

Tem poema meu no trabalho novo do Chico Chico e João Mantuano Clipoema é a música Tijolo, do Posada, junto com Futuro, texto do Dois Toques, livro que lancei ano passado com Ricardo Rodrigues. Produção e direção do craque sanguiba Roger Hitz. Dá um confere aí